Calculando Reservas de Contingência e de Gerenciamento

É sempre bom se sentir seguro, não? Ter a sensação de que o projeto vai parar por conta de um risco calculado e conhecido por todos não é o melhor cenário, certo? Obter assertividade em Custos e Prazos é tão complexo que uma parte obrigatória do processo de construção do Plano do Projeto é a constituição de reservas de contingência e de gerenciamento. Estas reservas não só garantem que as variações de cenário sejam suportadas pelo patrocinador do projeto como também que o mapeamento de riscos foi executado de forma a quantificar parte destas variações. A ferramenta hoje ajudará a organizar o raciocínio e calcular estas reservas.

Boa Leitura!

RESERVAS DE CONTINGÊNCIA

Quando o processo de Análise de Riscos Qualitativos e Quantitativos é finalizada você terá em mãos uma valiosa informação, o que eu chamo de “O PIOR CENÁRIO”. Este cenário basicamente resume o que acontecerá, no ponto de vista de prazo e custo, com o projeto no caso de todos os riscos negativos se tornarem realidade. Este é o cenário base para compor as RESERVAS DE CONTINGÊNCIA.

Dado que o produto desta reserva é a soma dos VALORES MONETÁRIOS dos riscos, ou seja, a soma dos VALORES MONETÁRIOS de todas as ameaças “conhecidas” e não mitigadas resultantes do cálculo de PROBABILIDADE x IMPACTO das mesmas, este cenário deve compor o custo do projeto (Linha de Base de Custos) e sua gestão, de forma geral, não requer “aprovação” do Patrocinador do projeto (a menos que as políticas da empresa falem o contrário).

RESERVAS DE GERENCIAMENTO

NADA É TÃO RUIM QUE NÃO POSSA PIORAR… é nesta frase que se baseia a Reserva de Gerenciamento. Trata-se de calcular uma margem de segurança para garantir que riscos que ainda não foram identificados inviabilizem o projeto. Em minha cabeça, o percentual aplicado a esta reserva varia muito de acordo com o tipo de estimativa que você está aplicando ao projeto, por isto, o percentual aplicado na planilha estão baseados neste critério.

Normalmente esta reserva é calculada com base em um percentual da Estimativa do Projeto acrescida da Reserva de contingência e, ao contrário da reserva de contingência, esta reserva não está nas mãos do Gerente de Projetos, que para utilizá-la, deve pedir autorização para o Patrocinador. Esta reserva não compõe a Linha Base de Custos e não deve ser considerada no status do projeto.

LEMBRE-SE 

  • O ideal é não utilizar as reservas;
  • As  reservas não são parte do seu lucro;
  • Revise as reservas durante o projeto;
  • Novos riscos identificados aumentam a necessidade de reserva;
  • Riscos mitigados ou resolvidos reduzem a necessidade de reserva.
0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

“É preciso sair da ilha para ver a ilha. Não nos vemos se não saímos de nós.” (José Saramago)

2013 - 2020

Fale comigo!

Certeza que na primeira oportunidade responderei a mensagem!

Enviando

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?